- Continua depois da publicidade -


Wilson Witzel: “A polícia vai mirar na cabecinha e… fogo!”

Governador eleito do Rio de Janeiro voltou a defender sua política

Durante esta manhã de quinta-feira (01), em pronunciamento no Rio de Janeiro, o governador eleito, Wilson Witzel, defendeu novamente sua política contra o crime organizado. A ideia consiste no uso de atiradores de elite para abater criminosos que estejam portando fuzis.


“O correto é matar o bandido que está de fuzil. A polícia vai fazer o correto: vai mirar na cabecinha e… fogo! Para não ter erro”, disse.

Porém, Raul Jungmann, o ministro que gosta de opinar sobre tudo, disse que tal proposta é ilegal.


fonte: Estadão

Veja também...