fbpx

- Continua depois da publicidade -


“Eu sou como Jesus Cristo, o Salvador”, diz ditador da Venezuela

Diante de toda a pressão interna e externa, Maduro está perdendo os últimos parafusos que lhe restavam

No último domingo (03), durante discurso para oficiais militares venezuelanos, o ditador Nicolás Maduro afirmou que se sente como Jesus Cristo.

– Continua depois da publicidade –

“Eu sou um trabalhador como Jesus Cristo, o Salvador, e sou um cristão devotado”, disse o ditador.

Maduro também falou que os militares da Venezuela são “soldados da pátria mãe para garantir a unidade e soberania do país”, citando Shakespeare e dizendo que o futuro do país está em risco, veja:

“Ser ou não ser, disse o grande Shakespeare. Ser ou não ser — esse é o dilema de hoje. Ser uma pátria ou ser colônia. Ser uma Venezuela ou ser nada. Ser um povo unido e umas forças armadas ou desintegração, ser um futuro ou um desaparecimento de um sonho de mais 200 anos de idade.”

Por fim, Nicolás Maduro alertou para as supostas tentativas internacionais de promover uma guerra civil em seu país, destacando que haverá “paz, e não intervenção militar”, registra a Renova Mídia.

– Continua depois da publicidade –

Comentários


Veja também...