- Continua depois da publicidade -


Globo diz que Olavo de Carvalho não tem razão

O jornal pagou três professores esquerdistas para difamar Olavo

O título de uma matéria publicada pelo jornal O Globo diz o seguinte: “Olavo de Carvalho está errado e não entendeu Kant, dizem três nomes de destaque da academia brasileira”. Porém, o jornaleco esqueceu de informar que a academia brasileira de filosofia não possui relevância alguma no cenário internacional e que só produz militantes do PT, enquanto Olavo é reconhecido internacionalmente.

– Continua depois da publicidade –


Todavia, a reportagem apresenta os professores universitários como “três filósofos especialistas em Immanuel Kant”. Eles assistiram a uma aula on-line de Olavo, em que ele trata da obra do pensador alemão, que viveu no século XVIII e foi um dos principais nomes do Iluminismo.

Os docentes contratados por O Globo foram:

  • Maurício Keinert, professor de filosofia moderna na Universidade de São Paulo (USP);
  • Maria Borges, professora de filosofia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e presidente da Sociedade Kant Brasileira;
  • Daniel Tourinho Peres, professor especializado em filosofia alemã da Universidade Federal da Bahia (UFBA) – (Vale lembrar que a UFBA foi aquela universidade que deu um título de doutor ‘honoris causa’ para o Lula)

A matéria apenas apresentou críticas vazias e não citou um trecho sequer das obras de Kant que refutassem os argumentos de Olavo. (Para acessar a matéria completa, clique AQUI)

Todavia, a esgotosfera petista não perdeu a chance de causar uma onda de calúnias contra o filósofo brasileiro através das Redes Sociais.

Veja alguns títulos de matérias publicadas pelo lixo vermelho:

  • “Globo ensina a provar charlatanice de guru de Bolsonaro”, diz o Catraca Livre.
  • “Professores analisam aula on-line de Olavo de Carvalho e mostram que ele não sabe nada de Kant”, diz o Diário do Centro do Mundo.

– Continua depois da publicidade –


Em seu perfil oficial no Facebook, Olavo de Carvalho se pronunciou sobre a reportagem:

“O número dos ataques DIÁRIOS a mim na mídia (especialmente Fôia) já elimina, na base, a condição indispensável de todo debate honesto.

Professores e ‘especialistas’ que opinam contra mim, felizes e seguros pela sua superioridade numérica, não são intelectuais, são apenas cães hidrófobos reunidos em matilha para evitar a possibilidade de uma resposta.”

E acrescentou:

“Para examinar UMA ÚNICA das 460 aulas do COF, os covardões têm de se reunir em três, enquanto um quarto inverte o sentido de uma afirmação do Carpeaux para sujar a reputação do ‘guru bolsonariano’.

Com relação ao Kant, o texto original tem infinitamente mais autoridade do que quaisquer ‘especialistas’, mas estes parece que não sabem disso.

Se vocês querem refutar o que eu disse do Kant, citem o texto dele que me desminta em vez de tentar enganar o público com essa pose de ‘autoridades’.”

Olavo também afirmou que não vai “pedir direito de resposta porque é precisamente o que essas publicações moribundas querem para poder, com o uso do meu nome, atrair mais leitores”.

– Continua depois da publicidade –


Veja também...