- Continua depois da publicidade -


Eduardo Bolsonaro desmente boatos de que estaria articulando a volta da UDN

“Não estou participando na formação ou resgate de qualquer partido”, disse o deputado federal

Nesta segunda-feira (18), após se espalhar pela internet o boato de que o deputado federal Eduardo Bolsonaro, junto de sua família, estariam articulando a volta da União Democrática Nacional (UDN), planejando deixar o PSL devido aos escândalos envolvendo laranjas, Eduardo utilizou seu Twitter oficial para desmentir tais afirmações.

– Continua depois da publicidade –


Veja:

“Informações de sites e outros estão me incluindo numa possibilidade de formação de novo partido. Informo a todos que não estou participando na formação ou resgate de qualquer partido”, disse Eduardo.

Para quem não sabe, a UDN foi um partido do curto período democrático que tivemos entre os anos 50 e 60, e acabou sendo extinto pelo Regime Militar em 1965.

O famoso jargão do partido era: “O preço da liberdade é a eterna vigilância”. 

O “udenismo” caracterizou-se pela defesa do liberalismo clássico, da moralidade, e pela forte oposição ao populismo. Além disso, algumas de suas bandeiras eram a abertura econômica para o capital estrangeiro e a valorização da educação pública.

– Continua depois da publicidade –



Veja também...