- Continua depois da publicidade -


Eduardo Bolsonaro nega que Olavo de Carvalho esteja pondo o governo em crise

Eduardo disse que Olavo é uma “pessoa estudada, letrada” e que suas opiniões “têm um peso diferenciado”

Na última terça-feira (13), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) negou que o filósofo Olavo de Carvalho esteja causando uma crise no governo.

– Continua depois da publicidade –


Numa disputa interna do Ministério da Educação (MEC), entre alunos de Olavo e militares, o escritor fez com que 6 nomes deixassem a pasta.

Durante conversa com a jornalista Mariana Haubert, Eduardo disse:

“Ele está no papel dele de crítico. Ele pode muito bem falar. A outra opção que ele tem seria ficar quieto e olhar coisas que ele não concorda acontecendo. Certamente, ele, como brasileiro, não vai fazer isso. Gente, serão quatro anos assim. Eu não vejo como crise, vejo como saudável. Você não é a favor da democracia, das críticas? Superfaturam isso.”

Eduardo Bolsonaro destacou o fato dele ter aparecido ao lado do vice-presidente Hamilton Mourão nesta terça.

“Você viu como foi meu tratamento com o general Hamilton Mourão hoje? Parecíamos amigos desde criança. E às vezes acham que está tendo um clima, que estamos contra os generais.”

– Continua depois da publicidade –



Veja também...