- Continua depois da publicidade -


Toffoli abre inquérito para investigar críticas ao STF na internet

A ‘ditadura dos togados’ já foi autuada e será SECRETA

Nesta quinta-feira (14), além de golpear o Brasil pondo um fim à Lava Jato, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, abriu um inquérito para investigar parlamentares que defendem a CPI da Lava Toga, servidores da Receita Federal que vasculharam o patrimônio dos ministros e as mídias independentes que os criticam.

– Continua depois da publicidade –


Todos esses casos serão analisados por suposta prática de ameaça, injúria, difamação, calúnia ou denunciação caluniosa, em inquérito a ser relatado por Alexandre de Moraes.

A investigação já foi autuada no STF e tramitará sob segredo de Justiça.

Vale lembrar que Moraes é aquele mesmo ministro que falou “somos a favor da corrupção” e voltou atrás após se dar conta de sua fala:

Por fim, o inquérito recebeu críticas de vários líderes brasileiros, entre eles a deputada federal Carla Zambelli e a deputada estadual Janaína Paschoal, veja:

– Continua depois da publicidade –



Veja também...