fbpx

- Continua depois da publicidade -


Dodge vai ao STF e pede 22 anos de prisão para Collor

O ex-presidente Fernando Collor é acusado de diversos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que imponha ao senador Fernando Collor (PROS) uma pena de 22 anos, 8 meses e 20 dias, em ação penal no âmbito da Operação Lava Jato.

– Continua depois da publicidade –


Raquel apontou a suposta participação do senador em propinas, que somadas, chegariam a R$ 50,9 milhões em contratos da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras.

Segundo o portal Terra, a procuradora-geral detalha que “entre 2010 e 2014, uma organização criminosa instalou-se nas Diretorias da Petrobras Distribuidora S/A – BR Distribuidora – capitaneada pelo Partido Trabalhista Brasileiro, em particular na figura do Senador Fernando Collor, e também pelo Partido dos Trabalhadores, com destaque para o Deputado Federal Vander Loubet“.

Por outro lado, o senador afirmou que “mais uma vez será demonstrada a fragilidade da denúncia”.

– Continua depois da publicidade –


Comentários


Veja também...

Ajude-nos a quebrar a censura e siga o Diário Conservador no Twitter: