fbpx

- Continua depois da publicidade -


STF arquiva mais um inquérito contra Renan Calheiros

O ministro Edson Fachin entendeu que a distribuição de US$ 300 mil em propina não pode ser comprovada.

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) se livrou de mais uma investigação no Supremo Tribunal Federal (STF).

– Continua depois da publicidade –


Por decisão do ministro Edson Fachin, foi arquivado mais um inquérito contra o emedebista, que ainda é alvo de outras 13 investigações no Supremo. Este já é o quinto processo contra Renan que acaba engavetado.

O inquérito arquivado por Fachin tem relação com investigações da Operação Lava Jato e tratava de suposta distribuição de US$ 300 mil em propina agentes do MDB a partir de contrato da Petrobras na Argentina.

Além de ter como alvo, o inquérito mirava também suspeitas contra o senador Jader Barbalho (MDB-PA) e o ex-deputado Aníbal Gomes (MDB-CE).

A decisão de Fachin segue recomendação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, segundo a qual as acusações feitas pelo lobista Fernando Baiano não puderam ser confirmadas por outros delatores, informa o IG.

– Continua depois da publicidade –


Comentários


Veja também...

Ajude-nos a quebrar a censura e siga o Diário Conservador no Twitter: