fbpx

- Continua depois da publicidade -


Maia diz que dono da Gol mentiu em delação. Você acredita?

O Presidente da Câmara alegou não conhecer Constantino e disse que o empresário está mentindo.

O Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi citado pelo dono da Gol Linhas Aéreas, Henrique Constantino, na última segunda-feira (13), durante delação à Polícia Federal.

– Continua depois da publicidade –


A informação consta de um trecho da decisão do juiz responsável pelo caso, Vallisney de Souza Oliveira, titular da 10ª Vara Criminal da Justiça Federal do Distrito Federal.

Todavia, Maia disse que não conhece e nunca teve nenhum tipo de relacionamento com Henrique Constantino, um dos donos da Gol Linhas Aéreas.

Em sua colaboração premiada, Constantino citou Maia como recebedor de “benefício financeiro” por meio da Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear).

Ao chegar para um jantar nos Estados Unidos, Maia disse que Constantino está mentindo:

“Nunca me pagou nada, isso é mentira dele. Não tem como provar e vai ser mais um inquérito arquivado na justiça brasileira.”

E, segundo o Estadão, complementou:

“Nunca tive relação com ele, nunca tive nenhum benefício deles. Como outras delações que já foram arquivadas, como da Odebrecht, essa vai ser arquivada também.”

Maia acrescentou que não conhece o empresário e que vai dar explicações à Justiça com “a maior tranquilidade do mundo”.

Imagine: Maia é filho de corrupto, é genro de corrupto, é presidente do maior antro de corrupção do Brasil, a Câmara dos Deputados, e já foi acusado de corrupção pela Justiça mais de uma vez.

Quais as chances dele ser corrupto? Óbvio que é zero! Nós acreditamos em você, Nhonho!

– Continua depois da publicidade –


Comentários


Veja também...

Ajude-nos a quebrar a censura e siga o Diário Conservador no Twitter: