fbpx

- Continua depois da publicidade -


Ditadores de Cuba são denunciados por escravidão

A denúncia foi feita no Tribunal Penal Internacional.

Na última terça-feira (14), foi anunciado na OEA que o ex-ditador cubano Raul Castro e o atual ditador, Miguel Diaz-Canel, entre outras autoridades do alto escalão da ditadura comunista em Cuba, foram denunciados perante o Tribunal Penal Internacional (TPI) por “crimes contra a humanidade da escravidão”.

– Continua depois da publicidade –


A associação cubana Cuban Prisoners Defenders (CPD) e a ONG Cubana União Patriótica de Cuba (Unpacu) apresentaram a queixa na semana passada ao gabinete do procurador do TPI.

Segundo a agência AFP, os seguintes nomes do regime cubano foram denunciados por “crimes contra a humanidade de escravidão, perseguição e outros atos desumanos”:

  • Ex-ditador Raul Castro;
  • Ditador Miguel Diaz-Canel;
  • José Ángel Portal (Saúde);
  • Rodrigo Malmierca (Comércio Exterior);
  • Bruno Rodríguez (Relações Exteriores);
  • Margarita González (Trabalho).

O secretário-geral da OEA, Luis Almagro, alertou sobre a normalização de uma situação que implica “sofrimento e angústia”.

– Continua depois da publicidade –


Comentários


Veja também...

Ajude-nos a quebrar a censura e siga o Diário Conservador no Twitter: