fbpx

- Continua depois da publicidade -


Após ser atacado, Trump responde prefeito de Londres: “é um fracassado”

Ao desembarcar na capital inglesa, o Presidente dos Estados Unidos ignorou o prefeito e foi almoçar com a rainha Elizabeth.

Na última segunda-feira (03), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desembarcou no Reino Unido para uma visita de Estado de três dias.

A viagem ocorre durante um momento sensível para os britânicos, uma vez que candidatos de todos os espectros políticos brigam para decidir quem será o substituto da primeira-ministra Theresa May, que deixará a liderança do Partido Conservador em 7 de junho. A premier britânica anunciou sua renúncia no final do mês passado, após consecutivas derrotas nas negociações do Brexit.

– Continua depois da publicidade –


Na véspera de seu desembarque em Londres, Trump já havia reforçado sua posição sobre o impasse britânico com a União Europeia em entrevista ao jornal Sunday Times. O presidente recomendou que o Reino Unido deixe o bloco sem obter um acordo e sem pagar os US$ 50 bilhões que deve, caso os parceiros europeus não atendam a suas exigências.

— Se você não consegue o acordo que quer, se não consegue um acordo justo, então vá embora — disse Trump em referência ao Brexit. — Em seu lugar, eu não pagaria US$ 50 bilhões.

Em declaração na manhã desta segunda-feira, a Casa Branca reforçou o comentário de Trump ao jornal britânico, afirmando que o presidente apoia um Brexit “que não afete a economia global”, mas que “garanta a independência do Reino Unido”.

Todavia, como de costume, a esquerda inglesa aproveitou a visita do Presidente para ataca-lo.

Sadiq Khan, prefeito de Londres, resolveu ofender o presidente americano, comparando-o, em um artigo publicado no jornal The Observer, aos “fascistas do século XX”. O prefeito, membro do Partido Trabalhista, incluiu o americano no mesmo grupo que os extremistas de direita Viktor Orbán na Hungria, Matteo Salvini na Itália, Marine Le Pen na França e Nigel Farage no Reino Unido.

Khan é muçulmano, filho de imigrantes e membro do Partido dos Trabalhadores do Reino Unido, um partido comunista e equivalente ao PT no Brasil.

Por fim, em resposta, Trump tuitou:

“Sadiq Khan, que faz um péssimo trabalho como prefeito de Londres, tem sido insensatamente ‘desagradável’ com o presidente dos Estados Unidos, de longe o aliado mais importante do Reino Unido […] Ele é um fracassado total que deveria se concentrar no crime em Londres, não em mim”.

– Continua depois da publicidade –


Comentários


Veja também...

Ajude-nos a quebrar a censura e siga o Diário Conservador no Twitter: