fbpx

- Continua depois da publicidade -


Advogada de Neymar é expulsa de organização feminista

“Pedi para analisar os autos e me convenci, absolutamente, de que se trata de uma falsa acusação de estupro”, disse a advogada de Neymar.

A equipe de defesa do futebolista Neymar contratou Maíra Fernandes, advogada conhecida por seu trabalho de defesa dos direitos humanos e das mulheres.

– Continua depois da publicidade –


A modelo Najila Trindade Mendes de Souza acusa o atleta de tê-la agredido e estuprado em um quarto de hotel em Paris, capital da França, onde o jogador vive.

Em texto compartilhado nesta sexta -feira (6) em uma rede social, a advogada Maíra declarou:

“Fui procurada para defender o jogador Neymar Jr. por dois advogados que muito admiro e que sempre foram muito próximos da causa feminista, Davi Tangerino e Salo de Carvalho. Pedi para analisar os autos e me convenci, absolutamente, de que se trata de uma falsa acusação de estupro.”

E, segundo a Folha, acrescentou:

“De modo geral, a advocacia criminal prescinde desse tipo de análise, por amor ao direito de defesa. Mas, no meu caso, pela minha trajetória como feminista, na defesa dos direitos das mulheres, essa análise era importante.”

Em seu pronunciamento, Fernandes também diz que “uma falsa acusação de estupro não ajuda a causa feminista”:

“Espero poder, ao lado dos demais colegas, contribuir para provar a inocência de um rapaz que, famoso ou não, não cometeu o crime imputado a ele.”

A decisão de aceitar o convite para trabalhar na defesa de Neymar, levou o Comitê da América Latina e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher (Cladem) a expulsar Fernandes da organização, da qual era integrante, nesta quinta-feira (6).

– Continua depois da publicidade –


Comentários


Veja também...

Ajude-nos a quebrar a censura e siga o Diário Conservador no Twitter: