fbpx

- Continua depois da publicidade -


Detentos estão sendo forçados a se converterem ao islã

Segundo um relatório do governo britânico, gangues muçulmanas estão obrigando detentos a se converterem dentro dos presídios.

Elaborado pelo Ministério da Justiça, o relatório apresenta informações sobre as entrevistas de 83 presos do sexo masculino e 73 funcionários em três das oito prisões de alta segurança da Inglaterra.

– Continua depois da publicidade –


Descobriu-se que gangues de muçulmanos estavam usando táticas de intimidação para forçar conversões e impor suas regras sobre outros prisioneiros.

As gangues são compostas de várias camadas, incluindo a lideranças, soldados de infantaria, recrutadores e policiais.

Aqueles detentos que cometeram atividades terroristas obtém posições de influência dentro das gangues islâmicos, assim como aqueles que falam árabe e recitam o Alcorão.

Também foi dito que as gangues estão impondo regras de conduta islâmicas dentro das prisões, como a utilização de roupas nos chuveiros e o banimento do bacon da alimentação.

O relatório destacou o fato de que os muçulmanos representam a única grave ameaça de gangues organizadas dentro das prisões, exercendo considerável influência e poder sobre seus companheiros de cárcere, informa o Breitbart.

– Continua depois da publicidade –


Comentários


Veja também...

Ajude-nos a quebrar a censura e siga o Diário Conservador no Twitter: